Carta de Crédito – Muuuito mais barato que financiamento

casinha25.jpg

Compramos um apê usando Carta de Crédito Contemplada e não Financiamento. Como é uma super vantagem compartilho aqui com vocês essa boa nova. 

1. A diferença da carta de crédito para o financiamento é: na carta de crédito você só paga taxa de administração e correção monetária; no financiamento você paga taxas, correção e juros (o vilão da história).

2. Um exemplo de hoje no site do Bradesco:

2.1. Para financiar 200 mil você pagaria - 144 parcelas de R$ 3.327 e precisaria de uma renda mínima de 11 mil reais. Se você calcular quanto a mais você pagará no final dá 140% a mais valor financiado. Ou seja, 200 mil saem por cerca de R$ 480 mil reais.

2.2. Já uma carta de 200 mil custaria – 144 parcelas de R$ 1.757 e precisaria de uma renda minima de 6,5 mil reais. Calculando o montante total gira em torno de 27% a mais do que o valor tirado na carta. 113% mais barato do que o financiamento que daria um valor total de cerca de R$ 254 mil reais. Ou seja, 226 mil reais mais barato!!!

 3. Em ambos os casos você precisa ter uma parte do dinheiro na mão. No financiamento, dependendo do valor e do banco, eles só financiam até 60% do valor do imóvel (os outros 40% você tem que ter). Na carta de crédito contemplada você precisa ter a grana da entrada…

4. A pegadinha está no tempo: o financiamento sai na hora e o consórcio você tem que esperar ser sorteado. Aí entra a dica de produção: existe um universo paralelo de venda de cartas JÁ CONTEMPLADAS. Obviamente quem vende uma carta contemplada pode estar em 2 situações:

4.1. Usa isso para investir e cobra um agio enorme;

4.2. Está precisando desesperadamente e dinheiro e cobra um agio baixo ou nenhum agio, ou ate desagio (cobra menos do que já pagou em prestações). Aí entra a sua persistencia em pesquisar. Eu, por exemplo, passei 15 dias procurando até achar uam carta com um desagio grande. Negocião.

5. Mais dicas: Eu pesquisei várias empresas que fazem corretagem de cartas de crédito já contempladas. A mais séria e com melhor documentação foi a da qual compramos – www.consorciocontemplado.com.br. São três irmãos que atendem juntos. No site deles, apesar da cara feia, há diversas cartas a venda. Para ver se vale a pena você tem que fazer a seguinte continha:

valor da entrada + (número de prestações X valor da prestação) – o resultado final você faz uma regra de 3 com o valor da carta (valor da carta = 100%, valor da compra é X%)

6. No site hoje deles vou exemplicar com 2 cartas. veja a diferenca na oferta:

6.1. Carta no valor de 156.000, com entrada de 56.900 e dívida de 124 prestações de 1531 reais. Se você aplicar a fórmula acima verá que essa carta sai por 58% além do valor da carta. Como uma carta comprada direto da empresa de crédito custa em torno de 27%, essa carta aqui exemplificada está com um ágio de 31%

6.2. Veja um outro exemplo do mesmo site: Carta no valor de 195.000, com entrada de 93.000 e dívida de 95 prestações de 1627 reais. Aplicando a fórmula você verá que o valor total dá 27% a mais, ou seja, o mesmo que você pagaria se comprasse a carta direto do banco. Só que esta já está contemplada. É um bom negócio, sem ágio.

7. Há várias empresas que vendem cartas. Um google básico e você encontrará diversas. Mas pesquise direitinho antes de comprar.  Conferira se a carta existe. Veja se as condições do site são as reais. E claro, não pague nada a ninguém sem ter certeza absoluta do negócio que você está fazendo.

Espero ter ajudado. Boa sorte nas suas buscas.

About these ads

25 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Geraldo Siqueira
    abr 24, 2009 @ 14:51:43

    Muito boa tarde, gostaria de parabenlizar pela postagem e salientar que estamos d ecara nova no site……….. rsrs……. depois de sua bronca , melhorar melhorar mesmo né….. Grato e as ordens
    Geraldo Siqueira

  2. José
    mai 07, 2009 @ 22:58:22

    Meio duvidosa esta postagem!

  3. Adri
    mai 18, 2009 @ 13:42:34

    Olha, quem deixou esta mensagem o fez anonimamente, o que me faria excluí-la de cara. Mas fiz questão de postá-la para poder responder ao autor desconhecido:
    1. A postagem é a minha opinião apenas. Cada um pensa como quer.
    2. Divulguei a empresa com a qual negociei pois tive um bom serviço prestado por eles. Mas, infelizmente (he he) não ganhei nada para divulgar isto. O fiz pq o propósito deste blog é eu compartilhar as minhas opinões.
    Sejam minhas opiniões corretas ou não, garanto que são verdadeiras: refletem minha vivência e observação dos fatos sob minha ótica.
    Enfim… é isso!

  4. bruno
    jun 15, 2009 @ 21:00:57

    as pessoas entram num consorcio , sao sorteadas e ganham a carta de credito, ai vendem a carta de credito por um preço maior do que ja foi pago no consorcio e entrega as prestaçoes restantes, quem compra a carta de credito vende para outro por um preço maior do que foi comprado, e esse que compra vende para outro e assim vai , é assim ?

  5. Diovanni
    ago 28, 2009 @ 11:23:56

    Muito legal. Muito últil.
    Parabéns!

  6. Cristina
    set 13, 2009 @ 11:15:38

    Achei excelente sua iniciativa. Obrigada pela boa vontade em compartilhar sua experiência. Agora, uma pergunta, como é feita essa transferência , quando quem está comprando e quem está vendendo estão em estados distintos?

  7. Kellem
    dez 01, 2009 @ 10:48:06

    Adri, eu gostei do post, não achei nada duvidoso não, e sua atitude em não apagar foi bem soberana, parabéns!
    Bom, sou dessas que fica caçando consórcio contemplado pra sair do aluguel, o chato é que às vezes o anúncio se repete por muitos dias (no caso co primeiramao.com.br, por exemplo) e acabei ligando 3 vezes para a mesma pessoa (que foi triplamente gentil comigo). Espero poder te contar quando conseguir, afinal, é o sonho né?

  8. Paulo
    mar 01, 2010 @ 21:23:42

    A conta não pode considerar o valor da entrada, pois o valor da entrada é a Valor Presente e está na sua mão. O valor correto no caso 6.1 é 195.000 – 93.000 = 102.000
    A dívida total é 95 x 1.627 = 154.565. Então, dividindo-se 154.565 por 102.000, temos 1,515 – isto é, 51,5% de acréscimo. Com n=95 períodos, temos um juro mensal de 0,438% ou de 5,4% ao ano. O juro de financiamento do SFH é de 9-10% (CET), enquanto que num financiamento imobiliário diretamente com uma instituição pode chegar a quase 12% de CET. Ainda é negócio o Consórcio, mas deve-se ter muito cuidado com a Matemática Financeira que lhe é apresentada.

  9. jose roberto
    jul 23, 2010 @ 01:29:36

    Adri,
    Obrigado pelas informacoes referente ao consorcio. Tambem estou pesquisando a um tempo, e realmente vc soube explicar fatos verdadeiros. Estao super corretas as suas informacoes. Estou na luta ainda para achar uma carta quase sem agio rsrsrsr.
    Abraco,

  10. davi verissimo
    set 19, 2010 @ 11:12:16

    obrigado pela dica……

    ajudou muito….

  11. Anderson
    set 28, 2010 @ 00:48:47

    Gostei dos esclarecimentos, estou em busca deste tipo de credito para compra de minha casa propria!
    Grato!

  12. Tânia
    dez 03, 2010 @ 17:48:01

    Adorei sua postagem,fiz várias pesquisas também e cheguei a conclusão que a melhor maneira de comprar um imóvel é o carta de crédito..Parabénsss.

  13. Alessandra
    dez 09, 2010 @ 11:33:53

    Olá! Adorei suas dicas!
    Estou de mudança de Santa Catarina para S.Paulo e preciso comprar um imóvel sem ter que esperar a venda do meu.
    Vou procurar o site o qual recomendou!
    Ah, mais uma dúvida: Há diferenças entre os bancos ou seguradoras ( tipo porto seguro) nas taxas cobradas ou no final, sai tudo por 27%???
    Obrigada!

  14. Geraldo Siqueira
    dez 10, 2010 @ 10:35:17

    As pessoas vendem seu consorcio por enios motivos, a maioria claro por estar recebendo um valor a mais do que pagou, com isso tem lucro, a transferencia deve ser feita somente pessoalmente dentro da Adm ou banco vinculado e os pagamentos da entrada somente após a verificação da veracidade e aprovação da transferencia pela Adm.
    A diferença de cada Adm. é a rapidez no pagamento do imóvel ao proprietário e claro a aprovação para a transf, as melhores são as de instituições financeiras, fora estas em minha opinião, Porto Seguro (( esta pra mim a melhor )).
    Para qualquer duvida ou esclarecimentos podem me procurar = Geraldo Siqueira geraldo.siqueira@terra.com.br

  15. claudio
    jan 27, 2012 @ 07:48:04

    gostei muito da explicaçao .tirou muitas duvidas tambem estarei a procura de uma carta de credito

  16. Marco Antonio
    fev 02, 2012 @ 09:13:15

    Muito esclarecedor seu post, parabéns!

    Quando fui ao banco procurar informações sobre financiamento de R$110mil, me sugeriram o consórcio de 3 cartas de R$40mil

    não sei se vale a pena, se alguém com mais conhecimento puder me ajudar, agradeço de imediato

  17. Adri
    fev 02, 2012 @ 09:23:58

    Marco, eu não sei exatamente. Mas imagino que se você não puder unir as 3 cartas em 1 talvez isso signifique que vc tenha que pagar 3 vistorias, 3 documentos, 3 contratos, 3 tudo. O que tornaria tudo muito mais difícil e caro do que imaginável.

  18. Geraldo Siqueira
    fev 02, 2012 @ 09:36:58

    Bom dia Marco, não é necessário fazer 3 cartas de 40 não, pod eser apenas 1, porem talves o ferente passou as 3 que com isso colocaria em grupo mais facil de contemplar, ou seja, ja em andamento. O Bradesco esta permitindo juntar 3 cotas para aquisição de um unico imóvel, com isso pagando apenas uma vistoria e uma alienção, simplismente vai ficar pagando e cotas e as 3 vão ficar alienada no mesmo imóvel com os custos de como se fosse uma unica cota, eles fizeram isso, pois com uma cota de 40.000 por exemplo não se faz nada,

  19. marcio
    jul 17, 2012 @ 23:16:33

    boa noite,como eu faço para saber se uma carta existe mesmo,se alguem puder me ajudar fico desde ja agradecido.

  20. Adri
    jul 18, 2012 @ 00:03:11

    eu diria para vc pedir o numero da apolice e grupo, nome da corretora (bradesco, porto, etc) e ligava la para ver se os dados batiam, inclusive nome do dono da apolice. eu fiz a transferencia dentro do bradesco direto sem pagar nada antes. isso me deu seguranca. boa sorte

  21. Geraldo
    jul 18, 2012 @ 10:09:24

    Bom dia Marcio, tudo deve ser feito pessoalmente, os valores de pagamentos somente depois de a Administradora aprovar a transferencia da cota para seu nome, com isso o primeiro passo é apresentar seu cadastro a Adm, somente ela pode aprovar, quem esta vendendo não tem poderes para isso, de preferencia para os Consorcios de nome, pois existem muitos no mercado que deve tomar cuidado.

  22. diego
    ago 27, 2012 @ 16:18:26

    Olá, sou representante da Rodobens consórcios e adorei o que vc postou sobre os consórcios. parabéns, muito bom! Realmente isso é verdade mesmo.D

  23. juari
    nov 01, 2012 @ 15:18:06

    queria compra uma carta de credito contemplada para caminhão valor de $60,000 reais

  24. Jairo
    nov 09, 2012 @ 10:49:42

    Muito boa postagem. Ajudou!

  25. Geraldo Siqueira
    ago 14, 2013 @ 10:32:47

    Bom dia Juari, no site em questão tem algumas opções de cartas de consórcios já contempladas para autos e caminhões, como são do Bradesco, deve ser caminhões OKM ou até no máximo 5 anos de uso, contando o ano vigente, simplificando a aprovação para transferencia de cota já contemplada, deve ter nome sem restrições e comprovar rendimentos de 4x o valor da parcela, com isso é quase certeza que seu cadastro sera aprovado para a compra do bem. Qualquer duvida pode acessar http://consorciocontemplado.com.br/auto.asp

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: